HomePiracicaba8ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência recebe 38 propostas...

8ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência recebe 38 propostas – Portal do Município de Piracicaba

Published on

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img


A secretária da Smads, Euclidia Fioravante palestrando sobre o tema da Conferência

Trinta e oito propostas foram votadas para aprimorar as políticas públicas nas esferas municipal, estadual e federal, por cerca de 100 pessoas que participaram da 8ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, realizada no auditório da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads), na manhã de hoje, quinta-feira, dia 16/11. O evento, promovido pelo Conselho Municipal de Proteção, Direitos e Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência (Comdef), contou com interpretação em Libras (Língua Brasileira de Sinais) e reuniu autoridades, pessoas com deficiência, técnicos de organizações sociais, membros do Comdef e população em geral. De todas as propostas recebidas, 15 são para ações a nível estadual e, portanto, serão encaminhadas para a Conferência Estadual da Pessoa com Deficiência.

Prefeito Luciano Almeida fala aos participantes da Conferência Municipal da Pessoa com Deficiência

Na abertura, o prefeito Luciano Almeida falou sobre a importância da conferência para a cidade discutir e levantar propostas que viabilizem a inclusão da pessoa com deficiência na sociedade. “Os desafios não são poucos, mas Piracicaba já é referência para outros municípios, porque temos trabalhado em conjunto às organizações sociais que atendem esse público. Entendemos que algumas mudanças são necessárias para que o nosso objetivo de ser uma cidade inclusiva seja alcançado. Outro dia, recebi uma servidora com deficiência no gabinete, que agradeceu a implantação do Sem Papel e me disse que a iniciativa facilitou a vida dela”, contou o prefeito de Piracicaba, Luciano Almeida.

Além do prefeito Luciano Almeida, marcaram presença no evento a vereadora Silvia Morales, do Mandato Coletivo; a secretária da Smads, Euclidia Fioravante; a secretária de Habitação e Gestão Territorial, Andréa Ribeiro Gomes; a secretária de Trânsito e Transportes, Jane Franco Oliveira; o secretário de Transportes Internos, Reinaldo Pousa, e a presidente do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, Letícia Françoso.

Grupo de trabalho formado para discussão dos eixos

A conferência teve como tema o Cenário Atual e Futuro na Implementação dos Direitos das Pessoas com Deficiência, e o subtema, Construindo um Brasil mais Inclusivo.

A secretária da Smads, Euclidia Fioravante foi a palestrante e discorreu sobre o tema, com abordagem do conceito de deficiência enquanto paradigma social e de direitos humanos, considerando os momentos que marcaram a trajetória de luta da pessoa com deficiência desde 1970, resultando, em 2006, na Convenção Internacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, da qual o Brasil é signatário desde 2008, e na promulgação da Lei Brasileira de Inclusão em 2015, que regulamentou as soluções práticas para as diretrizes constantes na Convenção da ONU. Esse novo marco legal conceitua a deficiência como a interação entre os impedimentos físicos e as barreiras existentes na sociedade que impedem a plena participação das pessoas com deficiência e revoga todas as leis que contrariam suas diretrizes.

“Não dá pra falar de pessoas com deficiência sem considerar a dimensão dos direitos humanos e a diversidade humana. Precisamos, enquanto sociedade, acabar com as barreiras, sejam elas arquitetônica, urbanística, de comunicação, tecnológica ou atitudinal, que impedem o acesso a direitos e a participação plena das pessoas com deficiência em todos os contextos, em igualdade de condições com qualquer outra pessoa”, frisou a secretária da Smads.

Com a instituição da Lei Brasileira de Inclusão (LBI), que traduziu em lei as soluções práticas para todas as áreas de políticas públicas constantes na Convenção, houve a mudança de paradigmas. “Não dá pra falar de pessoas com deficiência sem considerar a lei dos direitos humanos. É uma condição humana que se entrelaça a qualquer outra e precisamos, enquanto sociedade, acabar com as barreiras que oferecemos às pessoas com deficiência, seja ela arquitetônica, urbanística, de comunicação, tecnológica ou atitudinal”, frisou a secretária da Smads.

Grupo de trabalho formado para discussão dos eixos

Após a palestra, os participantes integraram os grupos de discussões para elaboração das propostas que irão para a conferência estadual. Os grupos foram divididos em cinco eixos, com as temáticas: Controle Social, Garantia de Acesso às Políticas Públicas, Financiamento, Direito e Acessibilidade e os Desafios da Comunicação Universal.



Informações da PMP

Latest articles

Mega-Sena, concurso 2.663: aposta de Limeira fatura R$ 47,2 mil na quina | Piracicaba e Região

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com...

Mega-Sena, concurso 2.663: resultado | Loterias

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com...

Polícia apreende 170 kg de cocaína embalada com símbolo do PSG em Limeira

Carga estava escondida em caminhão que transportava farinha,...

More like this

Mega-Sena, concurso 2.663: aposta de Limeira fatura R$ 47,2 mil na quina | Piracicaba e Região

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com...

Mega-Sena, concurso 2.663: resultado | Loterias

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com...
%d blogueiros gostam disto: