HomePolíticaGreve: Vejas linhas do Metrô de SP e da CPTM que estão...

Greve: Vejas linhas do Metrô de SP e da CPTM que estão funcionando | Brasil

DATA

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img


- Publicidade -

Funcionários do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) entraram em greve na capital de São Paulo nesta terça-feira (28), com duração prevista em 24 horas. A paralisação não afeta todas as linhas do transporte sobre trilhos e tem alterações durante os horários de pico.

A greve, que começou à 00h desta terça, é contra o que os sindicatos chamam de “entrega das empresas à iniciativa privada”. Foi aderida também por trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), da Estrada de Ferro Campos do Jordão e da Fundação Casa.

Conforme divulgado pelo Governo de SP, por determinação da Justiça, 70% dos trens da CPTM deverão operar nos horários de pico (das 4h às 10h e das 16h às 21h), e 50% nos demais períodos, sob pena diária de R$ 30 mil aos sindicatos envolvidos.

O Provão Paulista, que estava previsto para estas terça e quarta-feira, teve a aplicação adiada.

As linhas 4-Amarela e 5-Lilás, que nasceram privatizadas, e as linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, que estão sob concessão, terão funcionamento normal nesta terça, segundo o Governo de SP.

O restante das linhas é representado por diferentes sindicatos, que já aprovaram em assembleias a participação na paralisação.

Veja quais linhas estão funcionando:

  • 9-Esmeralda
  • 8-Diamante
  • 5-Lilás
  • 4-Amarela

Veja quais linhas aderiram à greve:

  • 1-Azul (Sindicato dos Metroviários)
  • 2-Verde (Sindicato dos Metroviários)
  • 3-Vermelha (Sindicato dos Metroviários)
  • 7-Rubi (Sindicato dos Ferroviários de São Paulo)
  • 10-Turquesa (Sindicato dos Ferroviários de São Paulo)
  • 11-Coral (Sindicato dos Ferroviários da Central do Brasil)
  • 12-Safira (Sindicato dos Ferroviários da Central do Brasil)
  • 13-Jade (Sindicato dos Ferroviários da Central do Brasil)
  • 15-Prata (Sindicato dos Metroviários)



Foto : Crédito Foto: G1

MAIS RECENTES

MAIS NOTÍCIAS